Os cheiros estão presentes em quase tudo na nossa vida, nos conectam ou nos afastam de pessoas e lugares. O perfume, como parte do mundo aromático, também é capaz de nos trazer uma boa sensação ou não.

Escolher o perfume ideal vai além do gosto. Embora seja algo particular, a escolha da fragrância deve considerar o clima, a pele, o tipo de produto, entre outros quesitos que podem ser importantes para a decisão final. Vamos então às dicas para decidir a sua melhor fragrância?

1 - Encontre um perfume que seja compatível com a sua pele


Já aconteceu de você odiar um perfume e descobrir que gosta dele em outra pessoa? Essa é a prova de que uma fragrância que fica bem em uma pessoa pode ficar diferente em outra, isso acontece porque os perfumes reagem de forma diferente em cada pele.

Não só o cheiro pode se modificar, de uma pele para outra, como a durabilidade da fragrância, por isso, é importante conhecer a sua pele e buscar produtos compatíveis:

  • Pele oleosa: este tipo de pele fixa melhor e tende a aumentar a intensidade do perfume. Perfumes mais brandos ou com pouco álcool são os mais indicados.
  • Pele seca: quem tem este tipo de pele costuma ter dificuldade de encontrar um bom perfume porque não fixam muito bem. Nesse caso, indica-se o uso de perfumes mais fortes e abusar de hidratantes.
  • Pele normal: aqui é mais fácil, para quem tem este tipo de pele os perfumes fixam bem, de modo natural. Todos os tipos de perfumes são indicados para pele normal. 

2 - Escolha perfumes específicos para cada clima


O perfume ideal também pode variar de acordo com a estação do ano. Nos dias de frio o perfume evapora bem menos que nos dias de verão, isso porque o corpo transpira menos.

Nos dias mais frios, escolha perfumes com notas mais doces e fragrâncias com especiarias quentes vão muito bem - cravo e canela são ótimas opções. Para os dias mais amenos, os amadeirados causam uma boa sensação. 

Para os dias quentes, opte por perfumes com lavanda e florais mais frescos. Os perfumes com notas mais leves caem bem para aqueles dias de verão. Você também pode escolher cítricos, que são muito bem recebidos em momentos de calor.

3 - Experimente e conte até 10


Experimentar o perfume de maneira correta é essencial para saber se está fazendo uma boa escolha. Em vez de tiras olfativas, prefira sentir o aroma na pele, mas não vá com tanta pressa!

Conte até 10 ou dê uma voltinha e espere um pouco a evolução do perfume até você ter certeza que de fato gostou. Os perfumes possuem notas que evaporam com o passar do tempo, isso nós chamamos de evolução,o que ocorre justamente quando algumas outras notas ficam mais em evidência do que as que foram sentidas anteriormente.

4 - Defina a ocasião


Outro ponto importante para escolher o perfume ideal é saber qual a ocasião a que se destina. A escolha ainda é algo bem pessoal, mas cuidado para não incomodar as pessoas ao seu redor.

Perfumes para uso diário, especialmente para o trabalho, devem ser mais suaves. Para uso noturno, principalmente em festas, dá para abusar de perfumes mais concentrados e marcantes.

5 - Escolha o que tem a ver com a sua personalidade

Perfumes têm a capacidade de provocar alguma sensação, por isso, há tanta divergência de gostos. Essa pluralidade de preferências tem a ver com a personalidade, por essa razão, você deve fazer o teste e decidir por aquele que mais combina com o que você quer provocar ou o que quer sentir.

Para escolher o seu perfume ideal, use as dicas acima e dedique um tempo para identificar o que realmente combina com a sua personalidade e com o que você espera da fragrância.

Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados